|

27 Setembro, 2021     7 minutos de leitura

7 estratégias para tornar sua marca própria de moda mais sustentável

Entenda como a tecnologia PLM pode habilitar sustentabilidade em sua private label.

Uma das principais tendências impulsionadas pela pandemia foi a sustentabilidade na moda.

Enquanto algumas grandes marcas já estão com estratégias sustentáveis que iniciaram antes mesmo da disrupção do mercado, diversas outras marcas ainda não traçaram suas estratégias de moda sustentável para atender a essa nova demanda do consumidor – e do planeta.

Um bom exemplo disso é a C&A, que desde 2018 ficou em primeiro lugar no Índice de Transparência da Moda do Fashion Revolution.

Esse desafio parece ser maior para as private labels: é verdade que muitas marcas próprias terceirizam as confecções de seus produtos, mas isso quer dizer que a sua private label não pode ter uma estratégia de sustentabilidade?

Claro que não! Neste artigo vamos te mostrar por que e como adotar estratégias de sustentabilidade para sua marca própria.

Mão segurando uma etiqueta de uma marca própria de moda sustentável.

Um estudo feito pela Shelton Group afirma que 90% dos millennials favorecem marcas que respeitam causas sociais e sustentáveis. A procupação com o meio ambiente também é forte entre os mais jovens, a Geração Z.

Além de atender às demandas do consumidor, a moda sustentável não é apenas uma tendência, mas também um bom negócio. Se você acha que investir em sustentabilidade significa mais custos, impossibilitando a estratégia de primeiro preço da sua marca própria, verá que, com a ajuda da tecnologia do Centric PLM™, é possível reduzir desperdícios e custos em todo o ciclo de vida do produto.

O que é Gestão do Ciclo de Vida do Produto (PLM)?

Do inglês Product Lifecycle Management, o PLM é uma ferramenta acionável que agrupa todas as informações dos produtos, desde sua etapa inicial de inspiração e conceito, como cores, materiais e estilos, até a produção, logística, entrega e venda, quando todo o ciclo se repete e você precisa medir os resultados.

Veja 7 razões pelas quais as marcas de moda e varejo precisam de PLM.

O que é Centric PLM?

A Centric Software é líder mundial no mercado de soluções digitais de Gestão do Ciclo de Vida do Produto (PLM). Sua plataforma emblemática, o Centric PLM, é adotado por mais de 2.000 marcas ao redor do mundo, como Louis Vuitton, Riachuelo, C&A, Marc Jacobs, Mizuno e Grupo Malwee para impulsionar a inovação,

acelerar o time to market, otimizar a colaboração, aumentar as margens do produto, possibilitar a sustentabilidade e assegurar a qualidade e a conformidade de seus produtos e coleções.

Descubra mais sobre o Centric Fashion PLM aqui.

Mulher usando tecnologia para habilitar a sustentabilidade de sua marca própria

7 Estratégias de Sustentabilidade e Responsabilidade Social para Marcas Próprias

1. Produtos melhores duram mais.

Mais do que nunca, consumidores estão ativamente comprando qualidade em vez de quantidade e investindo em produtos duradouros. Segundo a Oxfam, comprar uma camiseta nova de algodão produz a mesma emissão de carbono que dirigir um carro por 56 km de distância.

Por isso, uma estratégia de marca própria não pode comprometer a qualidade de seus produtos em troca de redução de custos. Investir em qualidade é uma estratégia chave para a sustentabilidade da sua marca própria. Veja como o Centric PLM impulsiona a qualidade…

…da escolha dos materiais:

  • Simplifica a compra de materiais, centralizando todos os dados relacionados ao produto para eliminar as planilhas e milhares de e-mails, melhorando substancialmente a comunicação com os fornecedores.
  • Lança e avalia solicitações de fornecedores em massa, ao mesmo tempo em que consolida automaticamente as respostas a cotações e as anotações do fornecedor em um único espaço digital atualizado em tempo real.

… ao controle de qualidade:

  • Com os aplicativos móveis é possível fazer auditorias na fábrica, controle de qualidade e testes de campo para oferecer suporte a um controle mais detalhado e em tempo real dos padrões em cada estágio.
  • Com a gestão de calendário no PLM, é possível sincronizar e atribuir itens de ação a toda a equipe de inspeção.
  • O PLM também permite criar facilmente relatórios poderosos baseados em dados atualizados e precisos, que podem ser instantaneamente compartilhados em todos os departamentos.

2. Produza apenas o que os clientes desejam.

De nada adianta ter excelentes produtos se eles não são vendidos e acabam ficando parados em estoques. Encurtar a distância entre o que a sua private label de moda está oferecendo e o que os clientes estão buscando é uma das principais premissas do PLM.

Com relatórios em tempo real, é possível entender quais materiais, cores e modelagens deram mais resultado e facilmente duplicar produtos por meio da biblioteca de estilos do Centric PLM. Com os relatórios, também é possível acompanhar os resultados de lançamentos e fazer ajustes na mesma temporada.

Com o Centric PLM, as marcas próprias podem, ainda, melhorar a visibilidade e a precisão em toda a cadeia de suprimentos, resultando em um melhor planejamento de merchandising e distribuição, resultando em menos desperdício, evitando o descarte de produtos indesejados ou não vendidos e reduzindo drasticamente os custos associados ao armazenamento em excesso.

3. Compre localmente.

Como o Centric PLM permite total visibilidade e controle da cadeia de suprimentos, agilizando o fluxo de compartilhamento de informações com seus fornecedores, é possível dividir os pedidos entre vários fornecedores, o que possibilita à sua marca própria comprar de fornecedores locais, reduzindo o impacto de carbono com transportes, fortalecendo a comunidade próxima à sua private label, além de minimizar o risco de não-fornecimento quando se opta concentrar as compras e fabricações em um único fornecedor.

Com a transparência e agilidade que o PLM oferece, é possível também estar atento às condições de trabalho em toda a cadeia de suprimentos. Com os aplicativos móveis é possível fazer auditorias nas fábricas para garantir que o seu produto é desenvolvido eticamente.

4. Evite desperdícios com amostras físicas.

“Muitas vezes, um ciclo de amostragem, de uma calça, de uma jaqueta, de uma camisa, por exemplo, vai de duas a três a quatro peças até essa peça ser aprovada para a produção. Isso leva tempo, leva a logística, então tem caminhões levando essas peças de um lugar para outro, muitas vezes essas amostras são feitas em outra fábrica, e o material está sendo consumido para fazer essas peças”, diz Leandro Silva, Diretor de Vendas da Centric Software no Webinar com a Riachuelo sobre o Impacto da Tecnologia no Varejo, onde ele mesmo também aponta a solução: “fazendo isso no ambiente virtual, em 3D, você economiza tudo isso”.

O Centric PLM consegue se conectar com as melhores soluções 3D do mercado para habilitar eficiência entre os designers e as demais equipes de desenvolvimento da sua marca própria, além dos fabricantes.

5. Escolha materiais mais sustentáveis, controlando os custos.

É verdade que um dos principais motivos dos consumidores darem preferência a produtos de marca própria é o preço. Eles podem custar até 30% menos para o bolso dos consumidores.

Por isso, em sua estratégia de sustentabilidade e responsabilidade social, é importante não só escolher materiais mais sustentáveis e ecologicamente corretos, mas também ter o controle do Custo dos Produtos Vendidos (COGS).

Os materiais naturais são mais desejáveis para alguns produtos, como sapatos de couro, mas os materiais sintéticos de alto desempenho fazem mais sentido

para equipamentos de esportes ao ar livre. O Higg Index, que é uma série de ferramentas de autoavaliação que marcas de todos os tamanhos podem usar para medir seu impacto ambiental, social e de trabalho, ajuda as empresas nessa missão desde 2012.

E com o Centric PLM, as private labels de moda podem criar cenários hipotéticos para visualizar quais as melhores opções e tomar decisões baseadas em dados.

6. Faça um projeto para neutralizar a pegada de carbono.

A cada peça vendida, 10 árvores são plantadas. Essa é a missão da marca canadense Tentree, cliente Centric. Ela utiliza o Centric Fashion PLM para rastrear seus impactos sobre o meio ambiente e possui uma missão ambiciosa para neutralizar esses impactos: plantar 1 bilhão de árvores até 2030!

O Centric PLM consegue medir toda a pegada de carbono e apresentar os dados em diferentes perspectivas para você obter total controle. Assim, fica mais fácil implementar uma iniciativa para iniciar a neutralização da sua marca própria.

7. Deixe seus consumidores saberem das suas iniciativas.

É verdade que esse é um dos principais motivadores para empresas, de marca própria ou não, iniciarem suas estratégias sustentáveis. Porém, é preciso cuidado. Os consumidores não confiam em marcas que se dizem sustentáveis e socialmente responsáveis, mas que possuem apenas 10% de suas operações dentro dessas medidas. É possível sim começar o seu projeto de sustentabilidade para sua marca própria aos poucos, mas deixar claro aos seus consumidores quais são seus planos futuros e quais medidas imediatas estão sendo tomadas é mais valioso para todos os envolvidos.

Com todas as informações centralizadas no Centric PLM, é possível ter uma Lista de Materiais (BOM) sempre atualizada e precisa automaticamente, facilitando a criação de etiquetas, embalagens e inserção de produtos no e-commerce da sua private label.

Agora que você sabe como tornar sua marca própria mais sustentável e socialmente responsável, mesmo terceirizando sua confecção, está na hora de ver ao vivo o que o Centric PLM pode fazer pelo seu negócio: solicite uma demonstração do Centric PLM com os especialistas locais.

Share this article