California

655 Campbell Technology Parkway,
Suite 200
Campbell, CA 95008 USA

Phone: +1 408 574 7802
Fax: 1 408 377 3002

6 Abril, 2022     4 minutos de leitura

ERP vs. PLM: qual o melhor software para empresas de moda?

Digamos que você é o gerente de desenvolvimento de produtos da sua empresa de moda e recebeu uma missão da diretoria: precisamos reduzir o custo dos produtos – e mais – precisamos também aumentar o padrão de qualidade e conformidade das peças. Ou, quem sabe, você é o responsável pelo sourcing e escutou isso do seu gerente. Talvez você seja o diretor criativo e está frustrado em perceber que a sua marca não está conseguindo acompanhar as tendências e que os seus concorrentes parecem estar sempre um passo à frente.

Em qualquer um dos casos, melhorar os processos de desenvolvimento de produtos e coleções é o desejo de 98% dos executivos do setor de moda no mundo, segundo a pesquisa Mensurando o mundo da moda.

Desde a revolução industrial, o setor da moda investe em tecnologia para produzir com mais eficiência, agilidade e inovação. Hoje, a tecnologia atua em todos os ciclos de vida dos produtos e softwares como PLM e ERP são as principais escolhas do setor.

Ambos são sistemas de gestão empresariais usados como a fonte única da verdade para dados relacionados aos produtos, mas possuem finalidades diferentes. Quer saber qual a melhor solução para a sua empresa de moda? Continue lendo o nosso artigo.

Designer de moda checando informações no PLM e ERP

O que é PLM?

O software de Gestão de Ciclo de Vida do Produto (PLM, do inglês Product Lifecycle Management) é utilizado por equipes de P&D, designers, merchandisers, desenvolvedores de produto, fabricantes, fornecedores externos, equipes de sourcing e de gestão de qualidade, desde a etapa inicial de concepção, planejamento, criação e desenvolvimento dos produtos e coleções até a apresentação e venda aos varejistas.

A Centric Software® é líder mundial de PLM nos setores de moda, varejo, calçados, luxo, entre outros. Sua plataforma emblemática, Centric PLM, é adotada por mais de 4.600 marcas ao redor do mundo, como Louis Vuitton, Kate Spade & Company, C&A, Riachuelo, ASICS, FILA, Tom Ford, Sephora, Swarovski, para:

  • Impulsionar a inovação
  • Acelerar o time to market
  • Otimizar a colaboração
  • Aumentar as margens do produto
  • Reduzir custos
  • Habilitar a sustentabilidade
  • Assegurar a qualidade e a conformidade

Descubra mais sobre o PLM para Moda e Vestuário

O que é ERP?

O software de Planejamento de Recursos Empresariais (ERP, do inglês Enterprise Resource Planning) é usado para gerenciar atividades diárias empresariais como contabilidade, aquisição, gestão de projetos, gestão de risco, operações de cadeias de fornecimento e dados do produto.

O objetivo do ERP é gerenciar diversos processos empresariais e habilitar o fluxo de informações entre eles, por meio da coleta de informações vindas de diversos outros sistemas.

O ERP pode proporcionar um ROI significativo, já que ele atua diretamente na gestão de pedidos de compra e venda, atendimento, alocação de recursos humanos e fornece uma única fonte de custo, preço, margem de produto e outras informações comerciais.

PLM x ERP: qual a diferença entre os dois softwares?

A diferença entre o software de Gestão de Ciclo de Vida do Produto (PLM) e o de Planejamento de Recursos Empresariais (ERP) é que o ERP atua do produto final para frente, a partir da fase de desenvolvimento. Isso quer dizer que toda a parte de planejamento de merchandising, design, amostra, entre outros, já foi feita quando os dados dos produtos chegam no ERP.

PLM vs. ERP: as diferenças entre os softwares

PLM x ERP: qual a melhor opção para a minha empresa de moda?

Agora que você já entendeu as funcionalidades distintas dos dois softwares, deve estar se perguntando qual é o ideal para sua empresa de moda ou varejo. Os dois são sistemas básicos para a criação e venda de produtos inovadores e lucrativos. Embora cada tecnologia traga um valor exclusivo, decidir qual sistema é o investimento mais urgente pode ter um impacto dramático no retorno sobre o investimento (ROI).

Como é no PLM que o produto nasce, muitas pequenas e médias empresas começam com um sistema PLM e, conforme crescem, adicionam outros sistemas de negócios. Com isso, o PLM se torna a plataforma base onde os demais sistemas são integrados para transferir e extrair dados.

Além disso, o PLM é onde reside o coração do desenvolvimento do produto, onde você encontra economia, crescimento de receita e vantagem competitiva. Resumindo, o PLM otimiza a oferta do produto, o que é essencial; não tem lógica gerenciar produtos no ERP que não sejam adequados para o mercado.

Com o Centric PLM, marcas, varejistas e fabricantes alcançam resultados impressionantes:

  • Até 33% de economia em gastos operacionais
  • Time to Market até 50% mais rápido
  • Aumento de até 10% na receita dos produtos
  • Custo do produto reduzido em até 15%
  • Aumento na eficiência em até 50%

PLM + ERP: os benefícios da integração direta

Agora, se a sua empresa já possui um ERP ou se deseja fazer um investimento nas duas plataformas, é importante mencionar a importância de fazer uma integração automática.

Existe uma forma correta e uma errada de integrar o PLM ao ERP. Na forma errada, uma pessoa ou um grupo de pessoas exporta os dados do PLM por meio de arquivos CSV ou XML e importa esses dados no ERP. Isso pode causar uma série de problemas, como duplicação e perda de informações e de tempo.

Já na forma correta, as duas ferramentas são integradas de forma automática, o que reduz os erros e os custos desnecessários garantindo que todos estejam trabalhando com a informação mais atualizada — independente da origem dos dados.

O Centric PLM possui suporte à integração de dados em ambas direções para SAP, Microsoft AX Dynamics e outros sistemas ERP padrões do setor.

 

 

Share this article